Dicas para dar presentes criativos ao seu namorado

Que tal algumas dicas para dar presentes criativos ao seu namorado? Falta menos de um mês para o Natal, afinal. Logo comeremos peru até passar mal e reencontraremos com tias enxeridas, priminhos hiperativos e travessas de arroz poluídas por uvas passas – quem foi o maldito que resolveu misturar as coisas, hein?

Antes de dar meus pitacos, porém, quero deixar uma coisa clara: você precisará fazer adaptações. Ou melhor: terá de customizar minhas dicas até transformá-las em algo com a cara daquele que você ama.

O que foi? Espera por uma receita de bolo? Quer que eu sugira produtos – com direito a modelo, cor e código – e, depois, ainda diga onde encontrá-los? Deseja que eu faça compras, pegue filas e depois embrulhe tudo para você? Poupe-me!

Presentear, além de ajudar vendedores com olheiras e dor nas pernas a bater metas, pode ser uma forma de demonstrar o quanto você conhece as minúcias daquele que você ama, lembre-se disso.

“Pode ser”, leu bem? Pois dar mais uma polo ou par de sapatênis demonstra justamente o contrário, ou seja, que não está nem aí para aquele que faz o melhor cafuné do mundo e sobrevive, bravamente, aos seus furacões hormonais.

Então chega de lenga-lenga e vamos às dicas para dar presentes criativos:

 

  • Presentes criativos não precisam ser objetos

Quando o assunto é presente, muita gente só consegue pensar em objetos. O que é um grande pecado, em minha opinião. Experiências como passeios, viagens e shows muitas vezes dão um pau naquilo que pode ser embrulhado.

E o motivo é simples: experiências têm enorme potencial para se tornarem memórias eternas, doses de alívio que evocamos em dias cinzas; diferente de uma camisa, por exemplo, que tende a ficar puída com o tempo e corre o risco de ser considerada brega daqui uns anos.

Por isso, sempre que puder, não meça esforços para criar uma experiência inesquecível àquele que acelera seu coração.

Não entendeu? Serei ainda mais claro!

Já que ele ama Foo Fighters, com direito a trecho de música tatuado na costela e tudo, imagine o quão feliz você pode deixá-lo se presenteá-lo com um ingresso? Agora imagine a expressão de alegria dele se o ingresso vier acompanhado por uma garrafa da cerveja que ele adora e, também, por uma camiseta da banda?

Está disposta a investir mais para deixar a parada ainda mais legal? Dê um show do Foo Fighers na Argentina, por exemplo. Assim ainda viajarão, o que certamente ampliará o potencial orgásmico da experiência.

Sem contar as empanadas e o dulce de leche que terão a chance de devorar, né?

Ah, você está sem grana? Que tal preparar um piquenique cheio de guloseimas que ele curte para ser desfrutado ao som de uma playlist do Foo Fighters que criará?

Entendeu agora o conceito?

 

  • Presentes criativos não servem tão bem a outros homens

Para saber se está diante de presentes criativos, faça-se a seguinte pergunte: “Se eu der isso a outra pessoa, servirá tão bem?”. E se a resposta for “sim”, procure algo melhor.

Ao contrário do que muitos pensam, não só as mulheres querem se sentir únicas.

O homem também curte ganhar coisas capazes de fazê-lo se sentir peça especial em meio a tantas coisas genéricas e repetidas. E um sapato preto que serve igualmente bem a 90% dos pedestres da Paulista não fará com ele se sinta assim, definitivamente.

Um quadro com a frase preferida do escritor que ele mais lê, porém, cairá como uma luva. O mesmo vale para a prancha de surf com o desenho de uma caveira mexicana igual àquela que ele tem tatuada no antebraço.

Percebe a diferença que pequenos detalhes podem fazer?

 

  • Que tal dar um combo?

“Dou um relógio ou uma mochila?”, as pessoas se perguntam sempre. Sem levar em consideração um fato importante: a soma de itens simples, que não causariam muito impacto sozinhos, pode gerar resultados surpreendentes.

Já pensou em dar uma cesta cheia de comidas para ele? Pois vale a pena pensar. Desde que esteja disposta a montar uma, claro.

Sabe aqueles rangos que enchem a boca do seu namorado de saliva, que ele não tira os olhos no supermercado? Por que não colocar tudo na mesma cesta, caixa ou, até, dentro da fronha dele? Então ative a memória e, com base nos gostos que ele confessou ou só demonstrou arregalando os olhos, monte o combo da alegria estomacal.

Ele não é muito ligado em comer? Prefere arte? É do tipo que usa blazer com tênis e ouve Belchior? Que tal, então, um combo com um livro, uma revista, um disco e um café de respeito para acompanhar tudo?

Ele é do tipo fit? Por que não um kit com coisas para ele se exercitar, de barrinhas energéticas a utensílios que o ajudarão na prática de atividades físicas?

Percebe como há um combo possível para cada perfil?

Percebe, também, como só quem o conhece bem pode criar o combo ideal?

  • Cartão? Mas homens gostam disso?

Sem bilhetes criativos não há presentes criativos, simples assim.

O que foi? Acha que homens não dão valor a bilhetes?

Opa se dão. Basta escrever algo que tenha a ver com ele, oras!

O cara é todo ogrão, não suporta nem ouvir falar de comédias românticas, e você está pensando em copiar um diálogo do filme Querido John no cartão? Nem pense nisso!

Mas sempre há uma forma de demonstrar o seu amor mostrando o quanto você se importa em saber mais sobre o universo do cara, saca?

Caso namore um praticante de jiu-jitsu, por exemplo, você pode misturar termos ligados à luta em suas declarações. Algo como:

“A verdade é que me deu uma chave de coração. E o melhor: nem penso em dar três tapinhas!”

Mas não estou aqui para dar receitas de bolo, está lembrada?

Então coloque a cabeça para funcionar e não me decepcione, promete? Faça presentes criativos e, se possível, conte-me tudo depois. Pode ser?

Boa sorte!

Observação: o conceito do texto vale a qualquer um que deseja dar presentes criativos. Homens, mulheres, capivaras, alienígenas…